Home América Latina Entre beijos, “engates” possíveis e o comércio global, o importante é mesmo a Amazónia

Entre beijos, “engates” possíveis e o comércio global, o importante é mesmo a Amazónia

por Joffre Justino

Houve ao que parece de tudo neste G7 que continua a não ser G8 ao que parece por pressão alemã, (rescaldo ainda da II Guerra e da RDA…?), mas o importante é que no último dia do encontro do G7 , em Biarritz, os dirigentes dossete países mais ricos anunciaram um acordo de US$ 20 milhões (pouco mais de R$ 80 milhões) para uma ajuda emergencial contra as queimadas na Amazônia e coube ao presidente francês, Emmanuel Macron , informar que, entre outros pontos, a ajuda seguirá no envio de aviões da Canadair para o combate a incêndios na região, como com uma assistência de médio prazo para o reflorestamento, a ser apresentado na Assembleia Geral da ONU no final de setembro, para o qual o Brasil terá que concordar em trabalhar com ONGs e populações locais, em uma verdadeira bofetada em Bolsonaro e nos bolsonaristas da “bancada do boi” que odeiam também as ONGD’s, que lhes estragam a vida e as ambições de espoliar toda a Amazónia, como hoje certamente será denunciado na concentração Pela Amazónia, às 18h no Largo Camões em Lisboa.

Macron, que nem tem a nossa simpatia, tornou a situação na Amazônia uma das prioridades da Cimeira, apelando no sábado para uma “mobilização de todos as potências” para lutar contra as queimadas e em favor do reflorestamento.


Mas nem só de Amazónia e do Comércio global se deve ter falado nesta Cimeira dada formacordial que o último encontro entre Merkell e Trump decorreu, com o presidente norte-americano de todo empenhado no beijo que irá dar a Merkel e no ar enfeitiçada /enfeitiçadora de Melania, a esposa de Trump para  com oprimeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.

Errado supor um direito à diversão? ….Não nos parece, ainda que não nos tenha espantado a impossibilidade de Trump e da sua equipa em reconhecer o erro das sanções ao Irão e a boutade das tarifas alfandegárias sobre os produtos da China 

Joffre Justino

Imagem destaque: Lusa

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.