Home Opinião Diplomata chinês elogia preservação no Brasil. “Crise ambiental brasileira é fabricada”

Diplomata chinês elogia preservação no Brasil. “Crise ambiental brasileira é fabricada”

por Silvio Reis

A China ainda não se manifestou sobre a atual questão Amazônia e poderá se manter neutra. Na entrevista de 23.08, o diplomata chinês Qu Yuhui, ministro conselheiro da Embaixada da China em Brasília, fez declarações pessoais sobre um dos assuntos mais divulgados no mundo: a devastação Amazônica.

O diplomata declarou que o Brasil tem sido consistente na proteção do Meio Ambiente.  “Não sou quem reconhece, mas a autoridade chinesa reconhece. Os critérios do meio ambiente são muito rigorosos no Brasil. Se não foi o mais rigoroso do mundo é um dos mais rigorosos. As empresas chinesas que estão aqui atestam isso”, declarou.

Qu Yuhui está ciente dos dados divulgados pelo Inpe sobre o aumento de focos de incêndio entre janeiro e julho deste ano. Ainda assim, disse que a atual “crise ambiental brasileira é fabricada”.

Em relação ao acordo EU-Mercosul, o diplomata acredita que “Esse episódio esporádico, de crise um pouquinho fabricada, não vai impactar de forma essencial os acordos que o Brasil já fechou”.

A União Europeia, os Estados Unidos e outros países já reconheceram a gravidade da atual devastação na Amazônia. A neutralidade do governo chinês deverá ser mantida até a viagem de Jair Bolsonaro à China, em outubro, e a visita de Xi Jinping Brasil, em novembro, para participar da cúpula do BRICS

Em relação ao comércio com o Brasil, o diplomata definiu na entrevista: “Nós sempre defendemos a economia verde. O mais importante é que o produto seja competitivo e bem aceito na China”.

Imagem destaque: fogo na Amazônia. Foto: Green Peace

Silvio Reis, jornalista brasileiro

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.