Home Cultura “Um Porto para o Mundo”, em Vila do Conde

“Um Porto para o Mundo”, em Vila do Conde

por Joffre Justino

Será a 5ª edição deste “Um Porto para o Mundo”, o maior teatro de rua em Portugal com  mais de 400 atores e figurantes e que se realiza em Vila do Conde, no distrito do Porto.

 Recrutados entre a comunidade local, os participantes ajudam a contar factos históricos sobre a localidade vila-condense e a sua ligação à arte da construção naval em madeira, quealiás a ser alvo de candidatura a património imaterial da UNESCO.

Este ano o  tema é “Vento Forte, Vento Norte” que, segundo o encenador explica “a ligação de muitos factos históricos que aconteceram com a força física dos ventos”, num espetáculo com uma “ligação muito forte e emotiva à população”, até porque, “Vamos recriar o ‘bota a baixo’ do último barco de madeira que foi feito neste local, abordaremos a viagem de circum-navegação de Fernão Magalhães, e destacaremos o papel muito forte que a mulher vila-condense teve no desenvolvimento desta cidade graças à sua resiliência“, explicou o encenador Amauri Gonçalves.

estrear esta sexta-feira16, na zona ribeirinha de Vila do Conde, junto à réplica da nau quinhentista, terá sessões diárias até 22 de agosto, estando esta semana a serem realizados os derradeiros ensaios, pois, “Há sempre ajustes a fazer, mas este ano é muito especial e as pessoas estão mais motivadas depois de um processo de preparação que tem sido feito há meses. Estou muito satisfeito com o resultado”.

Trata-se de uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Vila do Conde, e no âmbito da candidatura da construção naval em madeira feita à UNESCO e que pretende envolver toda a comunidade, “É um dos grandes projetos do nosso concelho, que tem como base na nossa identidade cultural, porque vamos buscar as raízes da história para contá-la aos milhares de pessoas que aqui vêm assistir ao espetáculo“, disse a presidente da câmara, Elisa Ferraz.

autarca assistiu a um dos últimos ensaios antes da estreia e mostrou-se “confiante e emocionada” pela dedicação de todos os participantes,“Chegar e este momento e ver um cenário que dá uma imagem fantástica do património de Vila do Conde e a força da participação de todas estas pessoas após alguns meses de ensaios enche-me de orgulho e com a certeza que será um enorme sucesso”, vincou Elisa Ferraz.

Nada como saudar eventos assim, bem longe dos habituais pimbalhismo dos lusos meses de Agosto

Joffre Justino 

Imagem destaque : Lusa

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.