Home Opinião Turismo Militar

Turismo Militar

por LUSA Estrategizando

O Governo vai dinamizar o património da defesa através do projeto ‘Turismo Militar’, reunindo um conjunto de roteiros e assim dar a conhecer a História de Portugal através da História militar, nascendo assim em Portugal a marca ‘Turismo Militar’ em cerimónia que decorreu no Palácio Foz, em Lisboa.

Será assim um programa que vai incluir “253 castelos, mais de 300 fortes, fortalezas e fortins, 100 faróis e farolins, mais de 70 castros e povoados fortificados, 40 casas-torre”, além de redutos, museus, atalaias ou muralhas.

No ‘site’ criado para o efeito (www.turismomilitar.gov.pt), os cidadãos poderão aceder a informação sobre os diversos locais e consultar os roteiros ou circuitos sugeridos que incluem este património.

Na ocasião foi também assinado um protocolo com a RTP, para dinamização deste conceito através de seis programas.

Presente na cerimónia, o presidente do Conselho de Administração da televisão e rádio públicas destacou que o objetivo passa por ter “uma RTP aberta, uma RTP colaborativa, uma RTP que esteja no terreno” e que esteja “muito presente no país”.

“Assim cumprimos o nosso papel”, sublinhou Gonçalo Reis, notando que os conteúdos produzidos serão didáticos e pretendem fazer a divulgação do património e das diversas regiões do país.

Lusa / Estrategizando 

Imagem destaque: Lusa 

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.