Home Internacional Blind Zero em São Petersburgo

Blind Zero em São Petersburgo

por Joffre Justino

O que por cá é ainda escândalo, uma banda portuguesa Blind Zero  a ser convidada pela Orquestra Estatal de Leningrado para atuar nos dias 27 e 28 de julho, em São Petersburgo, na Rússia, é somente sinal de uma abertura global que a Rússia tem desde os czares e bem alimentada, goste-se ou não, também nos tempos sovietistas.

Com maestro Mikhail Golikov, a orquestra e os Blind Zero preparam “dois espetáculos únicos para cerca de 30 mil pessoas que vão marcar presença junto ao Largo Vermelho, entre florestas e encostas altas”, lê-se no comunicadodeste grupo musical uma banda de rock, fundada em 1994, no Porto, e que irá apresentar músicas que compõem o seu repertório produzido ao longo dos 25 anos de carreira.

Os temas “Palm”, “Lost in Another Mental Escape” e “Tormentor” do último álbum da banda, “Often Trees”, lançado em 2017, vão ser também apresentados com novos arranjos para a orquestra, feitos por Pedro Carneiro quecolabora, ainda, na adaptação das músicas “Daily Matters”, “Criminal Grace” e na versão de “Drive”, da banda norte-americana The Cars, que serão interpretadas pelo grupo nos dois espetáculos.

Blind Zero são autores de álbuns como “Trigger”, editado em 1995, “One SilentAccident”, de 2000, “Time Machine”, de 2007, “Luna Park”, em 2010 e “Kill Drama”, de 2013 e desde que surgiram em 1994, influenciados pela cena rock e grunge norte-americana, os BlindZero editaram, por exemplo, o EP “Recognize” (1995), produzido por Ronnie S. Champagne, que tinha trabalhado com os Alice in Chains, e o álbum “One silent accident” (2000), com o produtor nova-iorquino Don Fleming.

A banda de Miguel Guedes, Nuno Espinheira, Pedro Guedes, Vasco Espinheira e Bruno Macedo conquistou o título de “Best Portuguese Act” (melhor performance portuguesa, em tradução livre) nos Prémios Europeus de Música, promovidos pela MTV.

A Orquestra Estatal de Leningrado é sucessora do património cultural e criativo da Orquestra Sinfónica Internacional “Tavrichesky” e tem a missão da “promoção de obras do património musical russo e mundial”, conforme comunicado desta banda rock .

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.