Home Opinião ARISTIDES DE SOUSA MENDES – MEMÓRIA DO MUNDO

ARISTIDES DE SOUSA MENDES – MEMÓRIA DO MUNDO

por Teresa Pedro

Há 134 anos, no dia 19 de julho de 1885, nascia Aristides de Sousa Mendes, o Cônsul português que ousou desafiar Salazar.

Em consciência, muito para “Além do Dever” em 1940 no auge da II Grande Guerra, Aristides de Sousa Mendes desafiou toda a lógica da época através do seu grandioso gesto humanitário na defesa da dignidade da vida humana.

O Estrategizando tem vindo a debruçar-se sobre esta figura de inquestionável coragem, figura de referência perante os paradimas da sociedade actual, através de vários artigos e de uma entrevista a um dos seus netos, Dr. António De Moncada Sousa Mendes que gentilmente partilhou preciosa informação sobre o seu avô. (1) e (2.5),

Desta feita, para além da história de vida de Aristides de Sousa Mendes, assume-se oportuno, um breve balanço a propósito de homenagens, iniciativas e vários desenvolvimentos de cariz oficial sejam nacionais ou internacionais, que têm decorrido em torno desta figura incontornável da história da Humanidade. (2.1)

CÉSAR E ARISTIDES DE SOUSA MENDES – DOIS GÉMEOS EM UNÍSSONO
Citando o neto de ambos, Dr. António de Moncada Sousa Mendes:
«No, dia 17 de Julho, há 134 anos, no antigo solar do Aido, em Cabanas de Viriato, Maria Angelina Ribeiro de Abranches preparava-se para dar à luz o seu primeiro bébé. Foram longas as horas de espera e finalmente, já na manhã do dia 18, começaram a compreender que o bébé afinal iria atrasar-se… 
Como eram difíceis as coisas nessa altura… sim, o pequeno César nasceu já quase no dia 19. Nasceu saudável, mas… não vinha sozinho, após ele, nasceu um irmão, o que surpreendeu e explicou muita coisa, como aconteceu perante toda a gente que os veio a conhecer, ao longo da vida. 
Dois irmãos muito iguais física e espiritualmente nas suas vidas. Para os dois, a solidariedade e o Amor ao Próximo foram o passaporte que os levou para o caminho certo. 
Juntos iniciaram os estudos na então escola primária, juntos estudaram no liceu e na Faculdade de Direito. 

Juntos desafiaram as ordens iníquas vindas da hierarquia do Palácio das Necessidades entre 1939 e 1945. 
Juntos evocaram o imperativo de Consciência, foram castigados (de forma diferente) comprovado este facto na correspondência trocada entre eles, onde é visível como partilhavam sempre os mesmos sentimentos.”

ARISTIDES DE SOUSA MENDES – ALGUNS RECONHECIMENTOS GLOBAIS 

Dr António de Moncada Sousa Mendes, prossegue com o seu saber, que se continua a citar:

“Hoje a assinatura de Aristides faz parte da Memória do Mundo /UNESCO, essa mesma assinatura que será Monumento em Lisboa, por vontade dos cidadãos desta cidade.  
Homenageado com um Tributo pela Embaixada de Israel em Telavive, Israel com pareceria com o Instituto Camões,Aristides de Sousa Mendes foi também homenageado pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Dr. António Guterrres, na sede em Nova Iorque no início deste ano, tal como a Assembleia da República Portuguesa o fez. (2.2), (2.3), (2.4) A sua casa de família, a Casa do Passal, onde Aristides recebeu tantos refugiados no verão de 1940, está em vias de ser recuperada. 
2020 comemorará os 80 anos da assinatura da passagem para a liberdade concedida a mais de 30 000 vidas em 1940 – do gesto mais digno e justo que algum diplomata poderia fazer: a desobediência frontal, para salvar inocentes. 
Um gesto que marca, ensina e será sempre recordado …. a nível mundial! (2.6), (2.7)
O Luxemburgo na sua Presidência da «Aliança Internacional para a Recordação do Holocausto»dedicará no dia 28 de novembro deste ano uma grande Exposição inteiramente dedicada à Memória deste Justo entre as Nações!  
Os portugueses, onde quer que estejam deverão e estão convidados a associar-se a esta manifestação.»

Eis pois um breve resumo em torno do reconhecimento que se faz pelo mundo a Aristides de Sousa Mendes, com o olhar virado para o futuro através de múltiplas iniciativas que ora se vislumbram ou finalmente se tornam viáveis de concretizar após longos anos de persistência e espera…

2020 – 80 ANOS DO VALOR DA ASSINATURA DE ARISTIDES DE SOUSA MENDES!
Conforme mencionado supra, no ano de 2020, celebram-se os 80 anos em que Aristides de Sousa Mendes agiu de modo incondicional, com coragem e determinação para salvar milhares de vidas.Para melhor o compreender torna-se oportuno conceder a palavra ao arquitecto Luís De Azevedo Monteiro, em jeito de resumo dando um sentido reforçando e complementando o contributo do neto do Cônsul:

“A oportunidade que a efeméride dos 80 anos dos acontecimentos nos proporciona em 2020, poderá ser a ultima grande data em que se conseguirá reunir sobreviventes directamente salvos por Aristides ainda activos.A celebração condigna desse aniversário e o seu assinalar de forma mais perene. Será algo que enobrecerá a cidade que o realizar e que chamará até si “peregrinos” de todo o mundo, como já acontece de alguma forma em Cabanas de Viriato, Vilar Formoso, entre outros.Os cidadãos de Lisboa (e também dos mais variados pontos do globo) disseram-no de forma expressiva no Orçamento Participativo de Lisboa(2.6)E continuam a acompanhar-nos através da página electrónica do Monumento. (3)
E agora já ninguém me pergunta SE, e COMO . Agora só me perguntam ONDE e QUANDOSe for construído tal como o concebi – e como sempre o divulguei, (com a dimensão da largura da Quinta do Passal)será a mais extensa homenagem alguma vez edificada. Vamos lá ?” (2,7) (4)

Eis pois o convite para agir…

A FORÇA DA UNIÃO – “JUNTOS CONSEGUIMOS!

Praticamente em simultâneo com a votação no Memorial para Aristides de Sousa Mendes no âmbito do Orçamento Participativo de Lisboa, por iniciativa do arquitecto Luís De Azevedo Monteiro, as pessoas mobilizaram-se através do envio de emails para o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Carregal do Sal e para a página oficial da Presidência da República, para que fosse assinada a candidatura dentro do limite do prazo, para a tão aguardada intervenção na Casa do Passal.Passo este indispensável e em final de prazo, para que seja possível finalmente, o início das obras no seu interior. 

Com todos os elementos necessários aprovados, faltava a assinatura para o viabilizar… 
Finalmente vieram as notícias e, de seguida as citações das mesmas logo que foram confirmadas

Citando o neto de Aristides de Sousa Mendes, Dr. Antonio De Moncada Sousa Mendes, elemento fundador da Fundação Aristides de Sousa Mendes, há notícias sobre a intervenção da Casa do Passal:


“Caros/as amigos/as o Senhor Presidente do Conselho de Administração (CA) da Fundação Aristides de Sousa Mendes (FASM) acaba de me enviar uma mensagem:«A candidatura do PASSAL foi submetida com sucesso.»”
Citando o Dr. Luís Fidalgo , (de igual modo ligado à Fundação Aristides de Sousa Mendes), a confirmação detalhada :“De acordo com a informação do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Carregal do Sal dada ao Sr. Presidente do CA da FASM, a candidatura do projecto da Casa do Passal no quadro de apoios 2020 foi submetida com sucesso. Esta é uma noticia interessante para quem espera, há muito, obras na Casa do Passal. É mais um “passo” para que a Casa possa vir a ser o que deve ser. Um local de memória e um local de “mensagem”.”
Citando Gérald Mendes, neto de Aristides de Sousa Mendes:“Agradeço também a todas as pessoas responsáveis e à boa vontade que se prontificaram para salvar este pedido muito tardio de verbas. É graças a eles, amigos e apoiantes de Aristides de Sousa Mendes que esta situação é salva.”

Eis pois que naquele final de dia, rejubilaram de alegria todos os que de boa vontade se congregam nesta nobre Causa, porém AGIRAM para que fosse possível!
Porque… 


SEM MEMÓRIA NÃO HÁ IDENTIDADE!

Teresa Pedro
Com a colaboração sempre disponível do Dr. António De Moncada Sousa Mendes e a do arquitecto Luís De Azevedo Monteiro, a quem o Estrategizando agradece e manifesta a sua profunda gratidão.

_____
Notas:
(1) Entrevista concedida ao Estrategizando à conversa com Joffre Justino, no dia 16 de fevereiro de 2019 com muita informação e documentação sobre Aristides de Sousa Mendes; 

(2) Em outubro de 2017, a UNESCO reconheceu Aristides de Sousa Mendes “Memória do Mundo”, através dos Cadernos de Registos de vistos passados pelo Cônsul em 1940 – vide artigos da autoria de Teresa Pedro, maioritariamente contando com a preciosa colaboração do Dr. António De Moncada Sousa Mendes e do arquitecto Luís De Azevedo Monteiro:  

(2.1) “Aristides de Sousa Mendes – O “Justo” Português” (20 de julho de 2018, por Teresa Pedro)(2.2) “Imperativo de Consciência – Aristides de Sousa Mendes, O Justo” (27 de outubro de 2018, por Teresa Pedro) 
(2.3.) “Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto” (27 de janeiro de 2019, por Teresa Pedro)
(2.4) “ALÉM DO DEVER -Aristides De Sousa Mendes, um Justo entre as Nações” (12 de fevereiro de 2019, por Teresa Pedro)(2.5) “ARISTIDES DE SOUSA MENDES (03 DE ABRIL 1954 /2017)” (3 de abril de 2019, por Teresa Pedro)
(2.6) “UM MONUMENTO EM MEMÓRIA DE ARISTIDES DE SOUSA MENDES PARA LISBOA” (13 de abril de 2019, por Teresa Pedro)(2.7) “POR UM MEMORIAL A ARISTIDES DE SOUSA MENDES” (27 de abril de 2019, por Teresa Pedro)
(3) Página no Facebook que dá pelo nome de “Aristides de Sousa Mendes – Monumento”, que vai dando conta da evolução do projeto nas suas múltiplas variáveis e convida à participação dos seus seguidores;
(4) Vide foto da maquete do Monumento, cortesia do arquitecto Luís De Azevedo Monteiro.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.