Home Cultura Ruínas descobertas do palácio Kemune de antigo império, o Mitani, revelam achados únicos

Ruínas descobertas do palácio Kemune de antigo império, o Mitani, revelam achados únicos

por Joffre Justino

Descoberto, agora cabe aos cientistas tentar desvendar os segredos de um império pouco conhecido que existiu há milhares de anos.

Esta descoberta no norte do Iraque, as ruínas do Palácio Kemune, com 3.400 anos de idade, que fazia parte do Império Mitani é  “uma das descobertas arqueológicas mais importantes na região nas últimas décadas”, escreve o Deutsche Welle citando o anúncio feito pela Universidade de Tubinga, na Alemanha.

Na verdade, a descoberta foi possível graças à seca que afetou a região, e que causou a descida do nível da água no reservatório da represa de Mossul, no Curdistão iraquiano, revelando ruínas que antes estavam submersas.

Mas com o tempo limitado para conseguir explorar o palácio, sendo que as águas começaram a subir fazendo com que o local ficasse submerso de novo limitando a investigação.

“Também encontramos paredes pintadas em tonalidades vivas de vermelho e azul. No segundo milênio a.C., os murais eram provavelmente uma característica típica dos palácios do antigo Oriente Próximo, mas raramente os encontramos preservados. Descobrir pinturas murais em Kemune é uma sensação arqueológica”, disse Ivana Puljiz da Universidade de Tubinga.

Segundo ela o Império Mitani “é um dos impérios menos investigados no antigo Oriente Próximo”, realçando que nem a capital do império foi ainda descoberto.

Os cientistas estão agora a tentar traduzir as placas de argila encontradas, e assim, tentar obter mais informações sobre a estrutura interna do Império Mitani.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.