Home Opinião Brasil pagou 130 bilhões de juros este ano e não tem dinheiro para Educação

Brasil pagou 130 bilhões de juros este ano e não tem dinheiro para Educação

por Silvio Reis

Enquanto aumentam cortes na Educação, na Saúde e outras áreas essenciais, o Brasil utilizou R$ 130 bilhões do orçamento anual para pagar despesas financeiras, no período de janeiro a abril. Os dados são do Relatório de Estabilidade Financeira do Banco Central.

Em comparação com os quatro primeiros meses de 2018, houve um aumento no pagamento de juros, que passou de R$ 199 bi para R$ 130 bi. Quanto menos dinheiro o governo tem, maiores são as despesas financeiras.  Os valores totais do orçamento da União tiveram redução de 5% este ano. O orçamento de 2018 era de R$ 3,57 trilhões. Bolsonaro dispõe de bem menos, R$ 3,38 trilhões, e paga bem mais juros.

Pagamento de juros só interessa ao sistema financeiro, do qual o ministro da Economia Paulo Guedes é especialista. Para a população, pagar juros não reverte na geração de emprego, trabalho e renda, muito menos no crescimento do país.

Vende-se a ilusão de que a reforma da Previdência vai impulsionar o crescimento econômico do Brasil. Lembra a farsa da reforma trabalhista de 2017, que garantia milhares de empregos em curto prazo, mas teve efeito contrário. O desemprego e a falta de trabalho aumentaram.

O ministro da Economia Paulo Guedes também insiste na política de privatização como solução para o país. Lembra os tempos do governo Collor de Mello, quando Guedes era um dos proprietários do Banco Pactual e defendia a privatização de grandes estatais para investidores estrangeiros, em nome de maior competitividade em alguns setores.

Privatizar é outra ilusão vendida pelo ministro da Economia. “Eu gostaria de vender tudo”, declarou Guedes.. A meta para 2019 é arrecadar R$ 20 bilhões com a venda de estatais. É pouco dinheiro diante da previsão da dívida pública brasileira para este ano, que pode chegar a R$ 666 bilhões. É muito lucro para investidores e políticos envolvidos nessa dívida.

A Polícia Federal, por determinação do Ministério Público Federal, investiga  Paulo Guedes por irregularidades em quatro grandes fundos de pensão nacional: Previc, Petros, Funcef e Postalis. Como ministro da Economia, promover a dívida pública e o pagamento de juros, deixando o pais cada vez mais pobre e dependente de investidores, não é visto como irregularidade.

Imagem destaque: Paulo Guedes, ministro da Economia. (Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil)

Silvio Reis, jornalista brasileiro

1 comentário
0

RECOMENDAMOS

1 comentário

Brasil pagou 130 bilhões de juros este ano e não tem dinheiro para Educação – Brasdangola Blogue 7 Junho, 2019 - 0:51

[…] Fonte: Estrategizando | Brasil pagou 130 bilhões de juros este ano e não tem dinheiro para Educação […]

Reply

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.