Home Opinião De novo a burrice de duas economias globais paralelas?