Home Business Centeno, um pouco de presunção e alguma “agua benta”?

Centeno, um pouco de presunção e alguma “agua benta”?

por Joffre Justino

Para o Governo foi a sua estratégia que melhorou a perspetiva do ‘rating’ de Portugal feita pela Fitch – o crescimento do investimento, o reequilíbrio das contas externas e os progressos na consolidação das contas públicas dito assim “ O crescimento expressivo do investimento, a estabilização do setor financeiro, o reequilíbrio das contas externas e os progressos alcançados na consolidação estrutural das contas públicas resultam da estratégia seguida pelo atual Governo”, pelo gabinete do ministro das Finanças, em comunicado a propósito da revisão em alta da perspetiva sobre o ‘rating’ de Portugal.

Entendemos as agências de notação financeira a Fitch e todas as outras uma falsidade economica e a ideia de que ela melhorou hoje a perspetiva do ‘rating’ de Portugal de estável para positiva, o que significa que pode subir o ‘rating’, que manteve em ‘BBB’, na próxima avaliação em novembro é somente um dos “jogos de monopolio” que funcionam somente para auxiliar a concentração escandalosa da riqueza com falsos argumentos “cientificos” 

“A Fitch espera que o recente histórico de queda da dívida pública em relação ao PIB [Produto Interno Bruto] seja mantido”, indica no relatório hoje divulgado e o Ministério das Finanças embalado eleitoristicamente  releva que a revisão em alta da perspetiva do ‘rating’ de Portugal feita pela Fitch “é atribuída à consolidação orçamental estrutural e à trajetória de redução do rácio da dívida pública sobre o PIB daí decorrente” esquecendo que tudo seria bem mais facil despedido o Vieira da Silva e imposto a classica negociacao coletiva de trabalho as velhas portarias de extensao e a economia seria outra com bem maior maior capacidade de consumo e a impor mais e melhor capacidade produtiva

Em 05 de abril, a agência de ‘rating’ canadiana DBRS também melhorou a perspetiva do ‘rating’ de Portugal de estável para positiva numa cantilena neo liberal em fim de festa dado o Trump que corre contra a desenfreada e neo liberal globalização por más razoes mas corre e daí o desapertar um caxinho os cordões à bolsa 

Enfim Centeno amigo, ça suffit pas pour ter e revolutionaire! 

Foto de destaque

JJ

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.