Home América Latina Venezuela: o Grupo de Lima está a dividir-se ?

Venezuela: o Grupo de Lima está a dividir-se ?

por Joffre Justino

O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, cruzou  a linha vermelha ao defender a cooperação militar dos Estados Unidos para uma intervenção militar na Venezuela alertou o ex-ministro das Relações Exteriores do Chile e presidente do Partido da oposição para a democracia, Heraldo Muñoz a Sebastián Piñera atual presidente.

No sábado, o autoproclamado “presidente encarregado” da Venezuela anunciou que ordenou ao seu representante nos EUA que se reunisse com o Comando Sul “para estabelecer uma relação de cooperação direta e de longo alcance”.

É perante tal que Heraldo Muñoz twitou “Isso já está na linha vermelha”, que serviu como chefe da diplomacia chilena durante o segundo mandato presidencial da socialista Michelle Bachelet (2014-2018).

Perante tal, o político chileno exigiu ao governo de seu país e ao Grupo de Lima que se deve esclarecer se continuam apostando em uma solução pacífica para a Venezuela.

Eis porque é muito provável que o Grupo de Lima se divida pois o escândalo acabou de rebentar, dada a infantilidade de Guaidó  “Eles deveriam esclarecer se continuam em uma saída pacífica para a crise venezuelana, ou se agora apoiam Guaidó em uma intervenção militar expressa em uma declaração sobre ‘todas as opções na mesa’ e cooperação militar com os EUA”, seguindo as loucuras de Trump.

Enfim mais uma crise que pode fazer estourar o Grupo de Lima e pôr em causa a solução Guaidó / Trump.

JJ

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.