Home Cidadania MAS “porta-voz das minorias no Parlamento Europeu”

MAS “porta-voz das minorias no Parlamento Europeu”

por Joffre Justino

Curiosamente é o MAS, Movimento Alternativa Socialista que apresenta como um perigo a possível ascensão da extrema-direita nestas eleições europeias, e o seu cabeça de lista Vasco Santos, afirma hoje que o partido “quer ser oposição ao projeto que vem sendo construído na União Europeia e à extrema-direita”.

Assim, o MAS defende que pretende“… que se construa uma Europa dos pobres e para os pobres, uma Europa que, de facto, se oponha à Europa dos ricos e poderosos porque mesmo a extrema-direita que muitas vezes afirma ser contra os interesses instalados, a verdade é que quando chega ao poder é na mesma aquilo que dizia ser contra”, colando o MAS e bem a estrema direita aos interesses das elites super ricas do planeta, e Vasco Santos, assume-o em declarações à agência Lusa no Tribunal Constitucional, em Lisboa, depois da entrega da lista do partido com os candidatos que irão apresentar-se ao sufrágio de 26 de maio.

O primeiro candidato da lista afirmou que entende que o MAS é um projeto “para todos os trabalhadores e trabalhadoras” e que tem por objetivo também “dar importância e representatividade à mulher”.

Daí que nos, “…primeiros cinco lugares vamos ter três mulheres, são dois homens, eu sou o cabeça de lista, mas logo de seguida teremos duas mulheres e a lista será maioritariamente de mulheres. São 29 elementos, 15 são mulheres, 14 são homens. De facto queremos dar importância e representatividade à mulher, que não tem tido, e também é necessário fazer esse trabalho e essa luta para que a mulher ocupe o lugar de direito que tem”, afirmou Vasco Santos cabeça de lista do MAS.

E acentua Vasco Santos, “O perigo que a extrema-direita representa e, neste momento, demonstra para o mundo, temos já eleitos em vários países como Itália, Hungria, Estados Unidos, Brasil, se bem que estas são as eleições europeias, a verdade é que o mundo é uno e os problemas estão interligados, e nós realmente queremos ser uma voz oposta a estes dois projetos que quem nos dirige tem para nos presentear, com as desgraças que todos nós conhecemos”.

Foto de destaque: MIGUEL A. LOPES/LUSA

JJ

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.