Home América Latina Venezuela: venham as Eleições…legislativas!

Venezuela: venham as Eleições…legislativas!

por Nardia M

Depois do Presidente venezuelano Nicolás Maduro ter  dito hoje que era  a favor de eleições legislativas antecipadas para acabar com a crise política do país, resta agora ver o que dirão os EUA, a UE e os amigos da guerra na América Latina.

É certo que Maduro jogou certeiramente mas com alguma duplicidade, pois recusou a hipótese de novo escrutínio presidencial, segundo a RIA Novosti:  “Seria muito bom realizar eleições parlamentares mais cedo, seria uma boa forma de discussão política, uma boa solução pelo voto popular”, disse Nicolás Maduro, num dia em que estão previstos protestos convocados por Juan Gaidó.

A duplicidade de Maduro, está na rejeição da hipótese de uma nova eleição presidencial, mas de fato, como ele diz, “As eleições presidenciais ocorreram há menos de um ano, há dez meses” , o que lhe dá o argumento certo para afirmar : “Não aceitamos os ultimatos de ninguém no mundo, não aceitamos chantagens. As eleições presidenciais tiveram lugar na Venezuela e se os imperialistas querem novas eleições, devem esperar por  2025”. Mas se por um lado assume esta posição firme, Maduro Maduro não deixa por outro de reiterar  a sua vontade de dialogar com a oposição, aceitando inclusive que essas negociações possam ser mediadas por outros países.

Esta entrevista de Nicolás Maduro à agência de notícias estatal russa RIA Novosti no meio de uma grave crise política, que se agravou em 23 de janeiro, quando o líder da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, se autoproclamou Presidente da República interino e declarou que assumia os poderes executivos do Presidente da República, é realmente uma resposta forte às pressões dos EUA e da UE.

Nela, Maduro voltou a insistir que está“disposto a sentar-se para conversar com a oposição em prol da paz e do futuro da Venezuela” e na verdade fez já um gesto significativo nessa direção, ao reafirmar essa sua disponibilidade nesta segunda-feira, num encontro com diplomatas que regressaram de diferentes sedes consulares e da embaixada venezuelana nos EUA: “Estou pronto, uma vez mais, para onde for, iniciar uma ronda de conversações, diálogo, negociações, com toda a oposição venezuelana, com um só objetivo: a paz, o entendimento e o reconhecimento mútuo”, disse então.

Enquanto isso, Guaidó hoje exortou hoje os venezuelanos para realizarem ações de protesto nos escritórios, casas, postos de trabalho e transportes públicos mas na realidade os seus protestos começam a perder algum conteúdo.

Foto de destaque: _Mairod on VisualHunt.com / CC BY-ND

Nardia M.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.