Home Internacional Putin, Macron e a crise Síria

Putin, Macron e a crise Síria

por Mário Alves

Diz-nos a Sputnik que o presidente da França, Emmanuel Macron, disse em conversa telefónica com o presidente russo, Vladimir Putin, que a luta do seu país contra o terrorismo na Síria ainda não acabou.

Assim a França manter-se-á na coligaçao internacional, apesar da retirada das forças dos Estados Unidos em mais um afastamento face quer aos EUA mas também à Alemanha e assim, “O presidente da República lembrou que a prioridade da França na Síria é a luta contra o terrorismo, a fim de erradicar o Daesh (sigla em árabe do Estado Islâmico) e combater qualquer ressurgimento do terrorismo na região. Essa luta não acabou e continua no terreno como parte da coalizão internacional. Ele enfatizou a necessidade de evitar qualquer nova desestabilização que possa servir aos terroristas. Ele também enfatizou a necessidade de reconhecer os direitos das populações locais e garantir que as forças aliadas da coalizão, incluindo curdas, sejam preservadas, dado seu compromisso contínuo com a luta contra o terrorismo islâmico”, conforme comunicado do serviço de imprensa do Palácio do Eliseu.

Já a assessoria da presidência russa, divulgou que os dois chefes de Estado examinaram o processo de solução política para a Síria conforme o encontro do último 27 de outubro em Istambul. 

Ainda segundo esta assessoria os dois aproveitaram o encontro para trocar impressões sobre a crise interna ucraniana, levando em consideração as provocações de Kiev no estreito de Kerch no final de novembro mais um apontamento de diversidade face a uma Alemanha em crise de liderança como aliás a UE – pois não deveria ser ela a assumir estas francesas posições ?

Foto de destaque: thestar.com

Antonio Sousa

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.