Home Brasil A extrema direita fascio-evangélica assalta o poder no Brasil

A extrema direita fascio-evangélica assalta o poder no Brasil

por Joffre Justino

Por Portugal a “visão multilateral” significa, no plano das relações internacionais, o laissez faire na política de gestão do poder, deixando assim que os totalitários dominem e por isso nada se diz por cá, quando um dos líderes da “bancada evangélica” (imaginem arrogam-se no direito de recusar o “a Deus o que é de Deus e a César o que é de César” isto é a Laicidade!) na Câmara do Deputados, um deputado, Sóstenes Cavalcante do DEM, assume que esta frente parlamentar não aceitará, em hipótese alguma, a indicação do professor Mozart Neves Ramos para o Ministério da Educação no governo  de Jair Bolsonaro. 

Segundo o site jornalístico Congresso em Foco, o referido deputado afirmou que caso isso ocorra, a resposta dos evangélicos no Congresso será imediata: “Vamos virar todos talibãs” e lá se vai quem elegeu o Bolsonaro, para outro Bolsonaro até chegar a ditadura!

Por isso, e com outros deputados evangélicos, Sóstenes esteve três vezes no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), nessa quarta-feira dia 21 de novembro, para se encontrar com integrantes da equipa de transição, recusando a possível indicação de Mozart Neves Ramos, Diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna, para o cargo. 

Aliás o futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, prometeu que, o novo ministro da Educação só será anunciado depois do encontro de lideranças da bancada evangélica com Bolsonaro, marcado para o dia 27 de novembro, mostrando o poder desta seita fanática.

E claro que na manhã de quinta-feira dia 22 de novembro, Bolsonaro afirmou em conferência de imprensa que, o nome de Mozart Neves Ramos foi ventilado para tentar fazer a bancada evangélica “se voltar contra” e o presidente eleito negou que tenha cogitado o nome do diretor do Instituto Ayrton Senna para ministro da Educação!

Estamos pois a um passo simples de ver um Estado Laico da CPLP transformar-se em num Estado religioso desta feita evangélico-fanático ! 

Já vimos tal acontecer com o 28 de maio de 1926 em Portugal não foi ?

E não foi na altura que houve até Esquerdas que pouco antes do golpe militar apoiavam “uma ditadura”? 

Por cá continua-se a achar que este fascismo brasileiro não entrou já pela porta das traseiras destas “evangélicas igrejas”… 

http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT91030

Foto de destaque: Governo do Estado de São Paulono  Visual Hunt / CC BY

Joffre Justino

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.