Home Brasil Após feitiçaria, Judiciário se recolhe e Moro se projeta

Após feitiçaria, Judiciário se recolhe e Moro se projeta

por Silvio Reis

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, o Judiciário brasileiro foi “obrigado” a agir na Lava Jato, no impeachment de Dilma e na prisão de Lula. Agora, depois das eleições, “É preciso que a política volte a liderar o desenvolvimento do país e as perspectivas de ação.”

É hora de o Judiciário se recolher”, disse Toffoli em uma das palestras dos Seminários da Feiticeira 2018, no domingo, 02.12. No dia seguinte, o futuro ministro Sérgio Moro foi palestrante no seminário “Grandes desafios da Ibero-América”, no Instituto Cervantes de Madri. Em entrevista ao Europa Press, o ex-juiz confirmou que Lula foi condenado porque cometeu um crime, e não por perseguição política. Simbolicamente, é o “Martelo das Bruxas”.

Por motivo de saúde, o futuro ministro Paulo Guedes não compareceu ao mesmo seminário promovido pela Fundação Internacional para Liberdade, que (curiosamente) objetiva a defesa e promoção dos princípios da liberdade, da democracia e o Estado de Direito. Moro garantiu que Bolsonaro não representa nenhum risco à democracia.

Também na segunda-feira, 03.12, o futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, contradisse uma afirmação de Bolsonaro em 13 de novembro: “O Ministério do Trabalho vai continuar com status de ministério, não vai ser secretaria. Vai ser ministério.”

A mais recente informação de Onyx é que o Ministério do Trabalho será extinto para se tornar uma secretaria subdivida. Sérgio Moro ficará encarregado de concessões sindicais, fiscalização de trabalho escravo e outras atividades trabalhistas relacionadas à Justiça e Segurança Pública.  

Por enquanto, o feitiço não virou contra o feiticeiro, mas muitos brasileiros são especialistas em desfazer feitiços.  

Imagem destaque: Bruxa lançando feitiço em um julgamento (Foto: Wikimedia Common´s)

Silvio Reis, jornalista brasileiro

 

0 comentário
1

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.