Home Opinião A Caça ao Lula, o desporto da Direita Fascista e não só Brasileira!

A Caça ao Lula, o desporto da Direita Fascista e não só Brasileira!

por Joffre Justino

O media brasileiro 247 denuncia esta sem vergonha caçada a Lula onde tudo vale.

Assim a  força policial que foi estrategicamente escolhida por Moro para a  Operação Lava Jato, agora a de São Paulo decidiu denunciar o ex-presidente Lula por lavagem de dinheiro, em vez de se preocuparem com as relações de Cunha (já preso),  Aécio (já indiciado) e   Temer (também já indiciado), que ao que consta, manter-se-á no governo de Bolsonaro para não ser preso, mantendo a sanha anti Lula.

A acusação formal levada à Justiça Federal anuncia que, ‘usufruindo de seu prestígio internacional, Lula influiu em decisões do Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, que resultaram na ampliação dos negócios do grupo brasileiro ARG no país africano’ e assim segundo a Procuradoria da República, em troca, o ex-Presidente terá recebido R$ 1 milhão, disfarçados numa doação da empresa ao Instituto Lula. 

Nota importante e que a operação judicial /mediática desta segunda-feira dia 26  (que claro chega também a Portugal) esconde  é que os factos a que se refere a denúncia ocorreram entre setembro de 2011 e junho de 2012, quando Lula não era Presidente e como Lula já tem mais de 70 anos, o crime de tráfico de influência no Brasil  prescreveu para ele, mas a acusação tem ainda mais tons burlescos. Lula é acusado de ter prestígio internacional e, com base nele, supostamente influir na decisão de um Presidente de outro país. Ora a acusação é feita sem qualquer prova e mesmo que os factos descritos fossem verdadeiros, não haveria qualquer crime na ação do ex-presidente.

O texto da denúncia é um exercício de tergiversação, pois Lula teria apresentado o Grupo ARG ao Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang (um conhecido fascista que a CPLP apoia, sabe-se lá com que razões…) para que o governo daquele país dinamizasse mais operações comerciais com a empresa, especialmente na construção de rodovias, o que poria na cadeia todos os ex-chefes de estado do mundo, diga-se já que esta é uma atividade corriqueira na vida de Presidentes e ex-Presidentes mundo fora, a de auxiliar as empresas dos seus países a conseguirem negócios no exterior.

As “provas do crime” seriam uma sucessão de e-mails do Instituto Lula num caminho tortuoso e que foi assim registado em reportagem de O Estado de S.Paulo:

“Na análise dos dados apreendidos no Instituto Lula, foi localizado registo da transferência bancária de R$ 1 milhão pela ARG ao instituto, em 18 de junho de 2016. Recibo emitido pela instituição com a mesma data e também apreendido regista a ‘doação’ do valor.

Para o MPF, não se trata de doação, mas pagamento de vantagem a Lula em virtude do ex-presidente do Brasil ter influenciado o Presidente de outro país, no exercício de sua função. Como a doação feita pela ARG seria um pagamento, o registo do valor como uma doação é ideologicamente falso e trata-se apenas de uma dissimulação da origem do dinheiro ilícito, e, portanto, configura crime de lavagem de dinheiro.”

O Ministério Público insinua na peça que seria crime o fato de Lula ter supostamente “influenciado o Presidente de outro país no exercício de sua função” – mas a acusação não é feita, porque até estudantes de Direito sabem que isso não configuraria crime algum. Ao fim e ao cabo, toda a ação espalhafatosa da Lava Jato parece resumir-se ao fato de o Instituo Lula ter registrdo como “doação” o que seria “um pagamento”. No entanto, a denúncia passa ao largo do fato de os supostos “serviços” terem sido executados entre 2011 e 2012 e o “pagamento” apenas quatro anos depois, o que torna a “cóboiada Morista” cada vez mais escandalosa e a merecer cada vez mais, que, ele sim vá preso

Infelizmente por cá os media servem de megafone para tentar salvar o Sr. Moro que é o exemplo vivo do desprestígio nesta sociedade global.

Foto de destaque: LUSA

Joffre Justino

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.