Home Opinião Brasil: Democracia e civilidade com gente assim a mandar?

Brasil: Democracia e civilidade com gente assim a mandar?

por Joffre Justino

“O aluno tem que sair do segundo grau pronto para o mercado de trabalho. Nem todo mundo quer fazer uma universidade. É bobagem pensar na democratização da  universidade, nem todo mundo gosta”. “O segundo grau teria como finalidade mostrar ao aluno que ele pode colocar em prática os conhecimentos e ganhar dinheiro com isso. Como os youtubers, ganham dinheiro sem enfrentar uma universidade”. (in, 247)

Desencante-se quem achou que Bolsonaro não é fascista e somente um conservador. Não, ele é mesmo um fascista e traz para o ministério da Educação Ricardo Velez Rodriguez, que pensa mesmo como escrevemos acima, nas próprias palavras do candidato a ministro. Um susto!

Assim em vez de abrir perspetivas ao jovens brasileiros, de os incentivar a alcançarem objetivos mais altos, ele irá condená-los a desistir depois do segundo grau (brasileiro) e ainda sugere que melhor do que fazer faculdade é ser youtuber … uma profissão na verdade que não o é.

Como recorda o media 247 “o Presidente Lula, que não fez faculdade, foi quem mais abriu universidades públicas e gratuitas e este ministro, que tem muitos títulos universitários, quer fechá-las”, isolar a universidade das pessoas concentrá-las nas elites brasileiras.

O que o futuro ministro bolsonarista  quer dizer é que o governo vai cortar as verbas para o ensino superior e quem quiser ir além do segundo grau terá que fazer universidade particular. Tudo o que Lula e Dilma construíram em termos de acesso universal ao ensino superior será dinamitado enfim eis o retorno ao século XIX, quando somente os filhos da elite económica podiam cursar faculdade no Brasil.

Foto de destaque: Agência Brasília no VisualHunt / CC BY

Joffre Justino

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.