Home Cidadania Competências socias e emocionais nas cidades

Competências socias e emocionais nas cidades

por José Elias Ramalho

Estudo sobre competências socias e emocionais nas cidades – dos alunos de 10-11 e 15-16 anos de idade nas cidades: Sintra, Otava, Bogotá, Roma, Helsínquia, Moscovo Suzhou. OCDE

O que têm em comum as crianças e jovens da comunidade escolar  do município de Sintra de Portugal, tão díspares como de Otava, no Canadá, Bogotá, na Colômbia, Roma, em Itália, Helsínquia, na Finlândia, Moscovo, na Rússia e Suzhou, na China?

Para dar resposta este pergunta a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) organizou um estudo sobre as habilidades sociais e emocionais de estudantes para ajudar cidades e países a melhorar as habilidades sociais e emocionais entre crianças em idade escolar e jovens.

Em Portugal a Câmara Municipal de Sintra, o Ministério da Educação e a Fundação Calouste Gulbenkian assinaram em Queluz, no assado dia 19 de Outubro, um protocolo de cooperação para a realização de um estudo sobre competências sociais e emocionais na comunidade escolar.

Esta investigação desenvolve-se com uma amostra em 34 estabelecimentos de ensino, público e privado de Sintra, entre Outubro e Novembro de 2018, abrangendo alunos de 10-11 e 15-16 anos de idade.

Este estudo visa melhorar a compreensão entre os decisores políticos, líderes da educação, professores e pais sobre o papel crítico das habilidades sociais e emocionais e os tipos de políticas e práticas que apoiam o desenvolvimento dessas habilidades. Este vídeo fornece uma visão geral do estudo e como se envolver.

Para saber mais acerca deste estudo consultar o link: http://www.oecd.org/education/ceri/thestudyonsocialandemotionalskills.htm

 

José Ramalho

 

0 comentário
2

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.