Home Angola Viagem pela Ásia (3) Diversidades

Viagem pela Ásia (3) Diversidades

por Joffre Justino

A diversidade vivida na República Popular da China entre o que vivi e foi bem pouco em Shanghai e em Macau, ao que há que acrescentar Taipé ( em Taiwan ainda não RPChina mas na verdade China ) é enorme e carateriza um país que visivelmente se rege por opções estratégicas regionalizadas o que mereceria uma mais atenta análise e uma sequente reflexão.

Shanghai e Macau são duas capitais de visível crescimento, uma Shanghai centrada mais nos negócios que na indústria (ao que vi mas vi bem pouco…) edifícios enormes, avenidas incríveis, uma agitação permanente mesmo em período de feriado prolongado ( há muitos por lá e ninguém se queixa, ao contrário de por cá..) e com uma zona ultra modernista e uma outra com História feita onde vi o Museu dos cartazes e da propaganda maoista, um mimo privado diga-se e ainda a casa museu dedicada a Sun Yat Sun o pai da República chinesa.

A outra, Macau, a imensa capital do jogo a Luso chinesa Macau onde infelizmente se fala mais inglês que português, mas onde se ouve o português nos autocarros quando se anunciam as paragens e onde a agitação é febril mas de Turismo centrado no jogo com n casinos ( os que vi o Parisian e o Venitian que já tinha visitado no ano passado são absolutamente faustosos!) e milhões de visitantes, 90’as e muitos por cento vindos do “mainland” da China interior, num rodopio de jogo mas também com espetáculos de assumir como de qualidade global e claro feita também na beleza herdada da presença lusa ou nos chineses jardins onde não me cansei de passear e onde vi pela primeira vez os famosos Pandas.

Mas não é possível esquecer a outra China que será RPChina no máximo médio prazo (aposto nos 3/5 anos …) a Formosa ( e os de lá apreciam o nome) a Taiwan que resulta da derrota de Chiang Khai Shek no pós II guerra mundial face a um Mao em período de ascensão e da sua retirada precisamente para Taiwan e aí esperar melhores tempos numa gestão inicialmente bem totalitária e de um culto da personalidade de arrepiar no enorme monumento construído em sua homenagem.

Taiwan é a capital direi do micro e pequeno negócio em lógica vivencial bem confuciana ( à primeira vista ) cidade descontraída que homenageia também Sun Yat Sun e claro Confúcio mas não deixa de ser ainda uma porta aberta à RPChina e onde tem peso uma indústria eletrónica e também de armamento e vive cada vez mais à sombra da RPChina.

Mas falar com quem lá vive, como o meu amigo Pedro Baptista, é perceber também como se mantém ao que ele contou essa visão, Um País, Dois Regimes,  que visivelmente está a mudar crescentemente a RPChina que se atreve já a falar a par com à Rússia na desdolarização da economia a sua e a global matéria a merecer muita atenção !

 

Foto de destaque:  koshrf on VisualHunt / CC BY-SA

 

Joffre Justino

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.