Home Economia Pagar em função do Valor Acrescentado Líquido (VAL)

Pagar em função do Valor Acrescentado Líquido (VAL)

por Nardia M

“A luta de classes existe e nós estamos a ganhar” (Warren Buffet)

Não bastasse já o bolo oferecido ao empresariado luso de haver menos 3 milhões de trabalhadores envolvidos e protegidos pela negociação coletiva de trabalho, agora vá de proteger os lucros do empresariado em desfavor da Velhice?

Momento triste este em que o PS volta a teimar na gafe que é imaginar que o mercado se regula autonomamente, isto no século XXI, isto cerca de 3 séculos depois do surgimento do capitalismo (sim, isso mesmo, já lá vão 300 anos e do prometido paraíso nem o capitalista privado nem o de estado deixam e deixaram boa memória) isto depois das crises como a de 1929 a de 1989 e a de 2008 !

Insustentável atitude esta onde uma mais que reformista atitude do PCP que se limita a garantir a Segurança Social em tempo de robotização e de redução dos postos de trabalho por via de uma certificação de um mínimo a ser pago pelas empresas – estas pagariam as suas contribuições à Segurança Social em função do VAL mas descontando já as restantes contribuições e se estas perfizessem ou ultrapassassem os 10,5% do VAL !

De novo como vemos, o PS a proteger o mais incompetente ministro o do Trabalho, Vieira da Silva, o que existe é, não se reforma para servir um empresariado já de si cheio de resultados líquidos.

Que tal reformá-lo ? ( ao Vieira da Silva!)

Nardia M.

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.