Home Cérebro e mente Porque os líderes de hoje deveriam conhecer melhor os avanços da neurociência aplicada!

Porque os líderes de hoje deveriam conhecer melhor os avanços da neurociência aplicada!

por Editor

O que se passa no cérebro e na mente do ser humano e que urge ser conhecido pelos líderes para que a comunicação flua melhor, ganhe maior destaque e seja mais eficaz? Porque os estados investem cada vez mais em projetos internacionais como o Human Brain Project? Será que conhecendo melhor o cérebro e a mente humano podemos comunicar melhor, alcançar mais objetivos e ganhar um campo maior de influência na esfera pessoal e profissional?

A todas essas perguntas de partida, a resposta poderá estar na neuroliderança, ou seja, na neurociência aplicada aos negócios e à liderança.

O que mais importa ficar a conhecer da sua equipa é o que eles não sabem, não querem ou não podem dizer. Compreender que a racionalidade nem sempre está presente nos momentos de decisão, ou ainda, que muitas vezes as decisões são tomadas, influenciadas por estímulos que vão ao encontro das verdadeiras “DORES” dos seus colaboradoradores é imperativo, pois indiciam motivos inconscientes, suficientemente fortes, capazes de influenciar decisões importantes no marketing, nas vendas e na liderança!

Um cérebro eficiente também nos permite parar de pensar constantemente em comportamentos básicos, tais como andar e escolher o que comer, de modo que podemos dedicar energia mental para inventar lanças, sistemas de irrigação e, por fim, aviões e video games.

-Charles Duhigg

Compreender as “DORES” mais profundas da sua equipa, significa como em qualquer atividade médica, saber diagnosticar uma doença num paciente. Acertando, o médico cura o paciente e promove a sua recuperação e falhando, contribui para o insucesso e declínio da saúde do mesmo. Esta é uma realidade presente em qualquer área de atividade e um processo fundamental, facilitador do sucesso dos grandes líderes e das grandes organizações.

A grande questão está em saber realizar esse diagnóstico, perceber como detectar essas mesmas “DORES”, com ferramentas inovadoras, especiais e únicas. Como criar o antídoto correto que permita a solução dos problemas e facilitem a eficácia da comunicação?

Como tem vindo a ser provado pelas neurociências, o cérebro está pré-programado geneticamente para a sobreviência, tudo fazendo para poupar energia, daí que prefira sempre manter-se na sua zona de conforto. Conhecendo esta e outras características de enorme importância para a comunicação, a neurociência aplicada aos processos de tomada de decisão permite-nos desenhar uma nova forma de comunicação, a neurocomunicação, que, através de uma metodologia adequada, maximiza os ganhos e minimiza as perdas.

Outra questão de primordial importância tem que ver com a compreensão do que se passa no nosso cérebro ao nível dos “químicos” chamados neurotransmissores, que se libertam na presença das emoções. Esse verdadeiro cocktail emocional é o responsável pelos milagres que acontecem ao nível da aprendizagem, através da memorização de acontecimentos, eventos, marcas e muitas outras ações.

Se a tudo isso somarmos os estímulos que melhor comunicam com aquela parte do cérebro que está implicada em todos os processos de decisão que os líderes tomam no seu dia a dia, então, começa-se a ver claramente o potencial dos conhecimentos da neurociência aplicada e de todas as novas disciplinas que vão aparecendo como por exemplo o neuromarketing, que vão revolucionando o conhecimento da natureza humana e possibilitando novos entendimentos sobre o comportamento do “consumidor”, novas abordagens e novas soluções para o marketing e a liderança nos negócios.

Ser Inovador, Especial e Único pode não ser tão fácil como parece mas é seguramente o caminho a seguir para os líderes serem mais eficazes e mais efetivos e as organizações mais aliciantes e motivadoras.

It’s All About You Brain!

Heitor Fox (Partner Neurostrategy)

0 comentário
0

RECOMENDAMOS

Comente

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e gestão de seus dados por este site.